Blog duma gaja... bem... esquisita, estranha, tarada:) Enfim... queer!

3.15.2006

Ai a paridade é pouco?

Outras medidas apresentadas recentemente para calar aqueles que dizem que o Governo só se preocupa com a democracia formal:
Metas 2006-2009
Creches
+ 50%
Centros de Actividades Ocupacionais (CAO)
+ 10%
Lares Residenciais
+ 17,5%
Serviços de Apoio Domiciliário a Pessoas com Deficiência
+ 30%
Centros de Dia
+ 10%
Lares de Idosos
+ 10%
Serviços de Apoio Domiciliário a Idosos
+ 10%
De referir também uma articulação do PNAI (Plano Nacional de Acção para a Inclusão ) com o Plano Nacional para a Igualdade (PNI) ao nível da introdução da dimensão do género na dinamização e avaliação da Rede Social nacional. Pena, e incompreeensível, que as outras discriminações continuem de fora de ambos os planos...
Meus amigos, na profissão docente o Governo está claramente a abusar do excesso de oferta no mercado de profissionais que são dos mais habilitados e mais mal pagos (e com menos "privilégios" - é este agora o termo para os direitos dos trabalhadores, né? - em toda a função pública). Já sem falar na forma como não garante que não aconteçam regimes de autêntica escravatura nas escolas privadas, em que as Direcções enriquecem desavergonhadamente e os professores trabalham dezenas e dezenas de horas não remuneradas como extraordinárias e até não remuneradas de todo! Ainda estou à espera de ver medidas contra os abusos de contratação e privilégios (estes sem aspas porque muitos se apoiam em contextos profissionais que deixaram de existir mas cujas compensações continuam como se existissem) nas autarquias e nas forças militares (já para não falar em medidas não adiadas na classe política). Mas na luta contra a discriminação das mulheres, a coisa avança - e também há mais penas para a violência doméstica, né?

3 Comments:

Blogger C_mim said...

Acho por bem imprimir este post e colocar no sítio dos papeis "a não perder" porque eu quero ver se no final do mandato foi mesmo assim...

19:46

 
Blogger Anabela Rocha said...

C-mim: és uma desconfiada:)

13:19

 
Blogger C_mim said...

Sou mesmo... É uma característica minha. Se calhar sou só céptica.

Gostava que no final tudo estivesse concretizado. Gostava de viver num país menos tacanho e de mente pequenininha.

Sempre digo que o nosso problema não é económico, é cultural. É da cultura da nossa sociedade.

16:56

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home