Blog duma gaja... bem... esquisita, estranha, tarada:) Enfim... queer!

5.09.2006

Poupar nas telecomunicações

Já é mais do que do conhecimento generalizado que as nossas empresas de telecomunicações são do mais ladrão que há e que pagamos preços exorbitantes por coisas que nos restantes países europeus custam quase dez vezes menos: dou como exemplo as sms entre telemóveis, que são o serviço mais simples que existe, e que da minha rede para outra custam 8 cêntimos cada (ou seja, a brincar, a brincar o preço de um cigarro; e eu que estava contente de não fumar acabei por me encontrar a gastar mais do que um fumador...).
E já repararam como a possibilidade de enviar sms de computador para telemóvel de repente desapareceu quando era de graça há um ano? Pudera, as companhias de telecomunicações tradicionais começaram a cobrar a recepção...
Um exemplo de como a ideia é sempre a roubar vem de um projecto piloto do Museu Nacional de Arte Antiga: parece que se pode ter um audio-guia via, por obra, bastando por isso ligar para receber uma mensagem audio. E sabem quanto custa por obra? 60 cêntimos. A ideia é boa mas os preços dinamitam-na completamente quando se pensa que um audio-guia num super-museu custa entre 3 e 5 euros, para todo o museu...
Assim, e apesar de já ser muito divulgado, sugiro: subscrevam um telefone fixo sem assinatura e sem consumo obrigatório (se realmente precisam de um - eu preciso, não vejo a minha mãe a usar um computador tão cedo:) e instalem no computador softwares que permitem telefonar entre computadores e para telefone fixo em todo o mundo, como o Skype e o VoipBuster, com custos semestrais de 10 euros!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home