Blog duma gaja... bem... esquisita, estranha, tarada:) Enfim... queer!

1.29.2006

Uma imagem, mil homofobias

Falemos desta foto de primeira página do Público de ontem. A primeira vez que lésbicas portuguesas são foto de primeira página. A coragem da Teresa e da Lena em grande, poderia e deveria ser essa a imagem.
Em vez disso temos uma coisa totalmente diferente. E que representa a imagem do casal? A total e especular simetria do idêntico. Onde está a homofobia? Pois bem, está na velha tese de que os homossexuais recusam a heterosexualidade porque têm dificuldade em lidar com o diferente. Como se todos, cada pessoa, não fossemos diferentes uns dos outros, como se todos os homens fossem iguais a todos os homens e todas as mulheres a todas as mulheres e como se não houvessem homens e mulheres bem mais idênticos entre si do que determinados homens entre si ou mulheres entre si. Srª fotógrafa Carla Carvalho Tomás, fez um rico servicinho à homofobia, obrigadinha!

8 Comments:

Blogger Grace said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

11:46

 
Blogger Anabela Rocha said...

Lol digo eu, ih,ih,ih!
Ó Grace, é muita agentileza tua dares-me força aos meus posts mas eu estava a ser crítica, a deitar abaixo:)
E porquê? Traduzo: a imagem representa as duas mulheres em espelho, rigorosamente simétricas, como se fossem iguais - o que remete para a velha teoria homofóbica de que o amor homossexual é o "amor entre iguais" (sendo que a heterosexualidade é que é o amor maduro, crescido, porque é entre pessoas que se reconhecem diferentes...).
Agora noutra coisa concordo contigo: a imagem faz história. Por ser primeira página e por ser a imagem da actualidade que temos: homofóbica.

17:34

 
Blogger Grace said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

18:07

 
Anonymous Anónimo said...

Oh Anabela... não estarás a exagerar?

21:38

 
Anonymous Anónimo said...

Mensagem anterior ass: Joaquim

21:38

 
Blogger Anabela Rocha said...

Joaquim:
Porquê? Porque não é um texto? Porque nem toda a gente lhe liga? Porque nem toda a gente assim percebe? Porque se calhar nem a fotojornalista sabia em consciência o que estava a fazer?
Eu pergunto apenas: porquê esta composição fotográfica? Penso que quem a faz e quem a lê com seriedade terá de reconhecer que não é a imagem mais adequada para salvaguardar imagens erradas, discriminadoras e menorizantes, do que é uma relação homossexual. É só isso.

21:45

 
Blogger Boss said...

Hmm eu não acho que essa seja a única leitura possível Anabela.. E um olhar mais "superficial" depara-se simplesmente com uma foto muito bonita, num plano original, pelo menos para fotojornalismo, e definitivamente uma foto que marca e fica na memória. Coisa que não acontecia com um plano mais convencional.. não sei..

A minha primeira impressão foi mesmo muito positiva, mas vou meditar sobre o assunto.. ;)

13:53

 
Anonymous sal & pimenta said...

Se uma imagem vale frequentemente mais k mil palavras, esta vale só o "bonitinho" inesperado do ângulo de k foi tirada, visto que nem sequer nos deixa perceber quem são as moças, qual é a cena: estão a brincar de roda ou quê, etc., etc. Não acredito k a fotografa tivesse deliberadamente pretendido ir tão longe na demagogia, como tu, Anabela, assumiste. Hibersensibilidade de quem anda farta das merdas homofóbicas ou simplesmente cretinas k povoam o quotidiano da imprensa, da sociadade, até, quantas vezes, daqueles k nos são amigavelmente próximos e não pensam no k dizem qd dizem ao puto de 13 anos "compraste uns tenis muita maricas, pá!" ou à miuda k joga à bola "andas armada em machona, k feio!"

22:20

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home